Design a site like this with WordPress.com
Get started

NO FIO DA NAVALHA IV

Que dizer deste ex-combatente do Ultramar, que é meu pai? É um senhor que fará 72 anos no dia 21 de Agosto. Bem bonito, o meu pai. Tem olhos esverdeados e um sorriso que nos dizem iguais. Ficou gordinho, entretanto, o metabolismo já não é o que era. Quando combatente, parecia um pau de virar... Continue Reading →

NO FIO DA NAVALHA III

Venho aqui hoje contar um pouco da história do Vitorino Mota, meu sogro, 69 anos, pai do meu marido, avô dos meus filhos. Espero conseguir honrar o seu testemunho através das minhas palavras. Algumas partes são uma interpretação minha do seu relato: as suas emoções e pensamentos, que nas pausas do seu discurso ficam presas... Continue Reading →

NO FIO DA NAVALHA II

Em Dezembro de 2007, o nosso tio escreveu este texto para o livro Os Eternos Esquecidos, uma edição que é fruto da inciativa de um grupo de Ex-Combatentes residentes na Trafaria. Decidiram juntar-se para contar as suas histórias e fazer delas memória colectiva: “para homenagear todos esses bravos militares, apenas lembrados por familiares e amigos... Continue Reading →

NO FIO DA NAVALHA I

Sem julgamentos ou juízos de valor, venho dar o meu testemunho de filho de um ex-combatente no Ultramar. Como eu, haverá muitos mais que não entendem o vazio e  desadequação dos seus pais; que ainda, nos dias que correm, procuram reconhecimento e enquadramento para as mazelas da guerra e da sociedade. Estes jovens não escolheram.... Continue Reading →

Create a free website or blog at WordPress.com.

Up ↑